Em resposta à cobrança do Sindicato APEOC, feita por meio de ofício protocolado no último dia 26 de janeiro, o secretário da Educação do Estado, Idilvan Alencar, confirmou para o próximo dia 21 de fevereiro uma audiência da Mesa de Negociação Sindicato APEOC – Seduc. O encontro é para tratar da Pauta de Lutas da Campanha Salarial de 2017, com foco prioritário na valorização da remuneração da categoria (efetivos e aposentados). A reunião será realizada na sede da Secretaria da Educação em horário ainda a ser confirmado.

Além da audiência com o secretário da Educação, o Sindicato APEOC também cobra um encontro com o governador Camilo Santana para tratar da mesma pauta. A direção do Sindicato APEOC e a categoria não aceitam o aumento de 2% proposto pelo Governo para revisão geral dos servidores estaduais. Os profissionais da Educação exigem valorização diferenciada com aplicação do percentual de reajuste do Piso Nacional, de 7,64%, repercutindo em toda a carreira e beneficiando ativos (efetivos e temporários) e aposentados.

“O Sindicato APEOC contesta, questiona e não abre mão do ganho remuneratório de 7,64%, dentro da nova estrutura da carreira. Estamos abertos ao diálogo mas vamos defender os nossos direitos até o final. A nova carreira precisa ser valorizada, precisa ser recomposta a cada ano. Entendemos que a referência para essa recomposição é exatamente a política do Piso Nacional dos Professores. Para além disso, queremos que essa diferenciação de recomposição da Educação possa atingir ativos e aposentados e, também, os funcionários da Educação com a revisão da tabela de vencimentos. Estamos na luta, atentos, dispostos, e sabendo dos números, sabendo onde queremos ir. A categoria se coloca na perspectiva da posição da direção. Nenhum passo atrás para garantir o direito dos trabalhadores”, disse Anizio Melo, presidente do Sindicato APEOC.