Menu
RSS
Cadastre-se e receba notícias por e-mail:
«
»
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Prev Next
DEFE-APEOC discute reivindicações dos funcionários da Educação

DEFE-APEOC discute reivindicações dos funcionários da Educação

O Departamento de Funcionários da Educação do Sindicato APEOC (DEFE-APEOC) se reuniu na tarde desta quinta-feira (01) na...

Conselho do Fundeb se reúne na sede do Sindicato APEOC

Conselho do Fundeb se reúne na sede do Sindicato APEOC

O Conselho Estadual de Acompanhamento e Controle Social do Fundeb se reuniu na manhã desta sexta-feira (02) na sede do S...

Sindicato APEOC cobra melhorias nos serviços do ISSEC

Sindicato APEOC cobra melhorias nos serviços do ISSEC

A diretoria do Sindicato APEOC procurou o Instituto de Saúde dos Servidores do Ceará (ISSEC) na tarde desta quinta-feira...

Santana do Cariri: Professores ameaçam paralisar atividades se Prefeitura não definir pagamento do Fundef e outras reivindicações

Santana do Cariri: Professores ameaçam paralisar atividades se Prefeitura não definir pagamento do Fundef e outras reivi…

O Sindicato APEOC continua em defesa do precatório do FUNDEF, dessa vez, no município de Santana do Cariri. Uma plenária...

Sindicato APEOC se reúne com professores de Ipu

Sindicato APEOC se reúne com professores de Ipu

O Presidente do Sindicato APEOC, Anízio Melo, esteve na tarde desta quarta-feira (30) com professores do município de Ip...

Companheiros Aposentados:  FELIZ NATAL E PRÓSPERO ANO 2016/2017

Companheiros Aposentados: FELIZ NATAL E PRÓSPERO ANO 2016/2017

Que o Natal não seja só de reflexões, mas de plena confirmação à perene existência de Jesus, Filho de Deus, exemplo de s...

Carta ao Governador cobra agilidade na regulamentação da Nova Carreira e outras pautas

Carta ao Governador cobra agilidade na regulamentação da Nova Carreira e outras pautas

A direção do Sindicato APEOC protocolou na tarde desta terça-feira (29) uma carta destinada ao governador, Camilo Santan...

Sindicato APEOC presente na Marcha contra a PEC 55 e MP 746 em Brasília

Sindicato APEOC presente na Marcha contra a PEC 55 e MP 746 em Brasília

Um professor e uma estudante cearenses representam o Sindicato APEOC na Marcha Nacional contra a PEC 55, que congela os ...

Sindicato APEOC vai denunciar ao Ministério Público desmonte na Educação de Jaguaruana

Sindicato APEOC vai denunciar ao Ministério Público desmonte na Educação de Jaguaruana

A direção do Sindicato APEOC vai denunciar ao Ministério Público problemas graves relacionados ao ensino público na cida...

Educação em luta: Ceará reafirma posição contrária à Reforma do Ensino Médio

Educação em luta: Ceará reafirma posição contrária à Reforma do Ensino Médio

O Sindicato APEOC participou, na tarde desta segunda-feira (28), de uma audiência pública na Assembleia Legislativa do C...

Sindicato APEOC promove caravana pelo interior neste fim de semana

Sindicato APEOC promove caravana pelo interior neste fim de semana

Durante este fim de semana, integrantes da direção do Sindicato APEOC estiveram em cidades do Interior do Estado promove...

Sindicato APEOC participará de audiência sobre a Reforma do Ensino Médio

Sindicato APEOC participará de audiência sobre a Reforma do Ensino Médio

O presidente do Sindicato APEOC, Anizio Melo, foi convidado a participar de uma Audiência Pública para discutir a Reform...

Trabalhadores promovem novo Ato em Fortaleza e exigem “Fora Temer”

Trabalhadores promovem novo Ato em Fortaleza e exigem “Fora Temer”

Trabalhadores de vários segmentos e diversas centrais sindicais do Ceará ganharam novamente as ruas de Fortaleza para pr...

Sindicato APEOC participa de Seminário sobre Educação das Relações Etnicorraciais

Sindicato APEOC participa de Seminário sobre Educação das Relações Etnicorraciais

O Fórum Permanente de Educação e Diversidade Etnicorracial do Ceará realizará no próximo dia 30 de novembro um Seminário...

Precatórios Fundef Camocim: Justiça Federal concede liminar

Precatórios Fundef Camocim: Justiça Federal concede liminar

O Juiz Federal, da 18ª. Vara, Sérgio de Norões Milfont Júnior, no dia 09 de novembro, em face da Ação Civil Pública prop...

Caso Fundef: Professores de Canindé pressionam Prefeitura para cumprir acordo

Caso Fundef: Professores de Canindé pressionam Prefeitura para cumprir acordo

O Sindicato APEOC, em parceria com o Sindicato dos Servidores Municipais de Canindé e o Sindicato dos Professores de Can...

FUNDEF: novidade nos casos de Itaiçaba e Canindé

FUNDEF: novidade nos casos de Itaiçaba e Canindé

A direção do Sindicato APEOC se reuniu nesta segunda-feira (21) com representantes dos professores dos municípios de Ita...

Direção Estadual do Sindicato APEOC avalia ações e planeja luta para 2017

Direção Estadual do Sindicato APEOC avalia ações e planeja luta para 2017

A Direção Estadual do Sindicato APEOC se reuniu neste sábado (19) na sede da entidade, em Fortaleza, para avaliar as a...

Luta do Sindicato APEOC garante aumento remuneratório de servidores do Grupo ADO

Luta do Sindicato APEOC garante aumento remuneratório de servidores do Grupo ADO

Após muita luta do Sindicato APEOC e dos funcionários da Educação, a Assembleia Legislativa aprovou nesta quinta-feira (...

Criada Comissão Municipal do Sindicato APEOC em Varjota

Criada Comissão Municipal do Sindicato APEOC em Varjota

O município de Varjota, localizado na zona norte do estado, elegeu e criou uma comissão municipal do Sindicato APEOC. Os...

  1. Serviços
  2. Departamento
Fisioterapia

Fisioterapia

A Fisioterapia pode ser definida como uma ciência aplicada à prevenção e tratame...

Pilates

Pilates

Pilates é um método de condicionamento físico que ao mesmo tempo trabalha corpo ...

Auriculoterapia

Auriculoterapia

Foi reconhecida em 1990 na Organização Mundial da Saúde é a terapia de microssis...

Massoterapia

Massoterapia

Ao longo de milhares de anos e em uma infinidade de culturas, as pessoas vêm usa...

Jurídico

Jurídico

O Departamento Jurídico do Sindicato APEOC, reconhecido pela categoria como de g...

DEFE

DEFE

O Departamento de Funcionários da CNTE – Confederação Nacional dos Trabalhadores...

Ouvidoria

Ouvidoria

O que é Ouvidoria do Sindicato APEOC? Ouvidoria é um órgão administrativo da AP...

LEI Nº14.758, de 30 de julho de 2010.

DISPÕE SOBRE O VALOR DA REMUNERAÇÃO MÍNIMA DOS SERVIDORES PÚBLICOS ATIVOS, INATIVOS E PENSIONISTAS DA ADMINISTRAÇÃO DIRETA, AUTÁRQUICA E FUNDACIONAL E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais...

LEI Nº14.754, de 30 de julho de 2010.

AUTORIZA O PODER EXECUTIVO A INSTITUIR PROGRAMA DE PREVENÇÃO E COMBATE AO PRECONCEITO, INTIMIDAÇÃO, AMEAÇA, VIOLÊNCIA FÍSICA E/OU PSICOLÓGICA ORIGINÁRIA DO AMBIENTE ESCOLAR “BULLYING” DE AÇÃO INTERDISCIPLINAR E DE PARTICIPAÇÃO
COMUNITÁRIA, NAS ESCOLAS PÚBLICAS DO ESTADO DO CEARÁ.

Leia mais...

LEI Nº14.751, de 26 de julho de 2010

ALTERA DISPOSITIVO DA LEI Nº14.687, DE 30 DE ABRIL DE 2010.

O GOVERNADOR DO ESTADO DO CEARÁ. Faço saber que a Assembléia Legislativa decretou e eu sanciono a seguinte Lei:

Art.1º O art.3º da Lei nº14.687, de 30 de abril de 2010, passa a vigorar com a seguinte redação:

Leia mais...

LEI Nº 9561 DE 31 DE MAIO DE 2010

Reajusta os vencimentos e salários-base dos servidores e empregados públicos do Município de Fortaleza, na forma que indica.

FAÇO SABER QUE A CÂMARA MUNICIPAL DE FORTALEZA APROVOU E EU SANCIONO A SEGUINTE LEI:

Leia mais...

LEI Nº14.687

LEI Nº14.687, de 30 de abril de 2010. DISPÕE SOBRE A FINALIDADE E A ORGANIZAÇÃO DO INSTITUTO DE SAÚDE DOS SERVIDORES DO ESTADO DO CEARÁ - ISSEC, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

VEJA AQUI

LEI Nº14.686

LEI Nº14.686, de 30 de abril de 2010. REDEFINE A MARGEM PARA CO NSIGNAÇÃO EM FOLHA DE PAGAMENTO DOS SERVIDORES PÚBLICOS ESTADUAIS EM SITUAÇÃO EXCEPCIONAL E DÁO UTRAS PROVIDÊNCIAS.

VEJA AQUI

LEI Nº14.684

LEI Nº14.684, de 30 de abril de 2010. INSTITUI A REMUNERAÇÃO MÍNIMA DOS INTEGRANTES DO GRUPO OCUPACIONAL MAGISTÉRIO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais...

LEI Nº14.484, de 08 de outubro de 2009

INSTITUI O PRÊMIO APRENDER PRA VALER, DESTINADO AO QUADRO FUNCIONAL DAS ESCOLAS DA REDE ESTADUAL DE ENSINO, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais...

LEI Nº14.508, de 18 de novembro de 2009

A Lei Dispõe sobre a nomeação de coordenador escolar e secretário de escolas públicas estaduais sem vínculo efetivo com o Estado.

LEI Nº14.508, de 18 de novembro de 2009. (DOE 20/11/2009)

ALTERA DISPOSITIVO DA LEI Nº11.966, DE 17 DE JUNHO DE 1992.

O GOVERNADOR DO ESTADO DO CEARÁ. Faço saber que a Assembleia Legislativa decretou e eu sanciono a seguinte Lei:

Art.1º O parágrafo único do art.26 da Lei nº11.966, de 17 de junho de 1992, acrescentado pela Lei nº12.477, de 21 de julho de 1995,

passa a vigorar com a seguinte redação:

“Art.26...

Parágrafo único. Ficam excluídos da regra deste artigo os cargos de provimento em comissão para efeito de nomeação de coordenador escolar e secretário escolar de escolas públicas estaduais.” (NR).

Art.2º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Art.3º Revogam-se as disposições em contrário, em especial a Lei nº12.477, de 21 de julho de 1995.

PALÁCIO IRACEMA, DO GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ, em

Fortaleza, 18 de novembro de 2009.

Cid Ferreira Gomes

GOVERNADOR DO ESTADO DO CEARÁ

LEI Nº 11.966/92

LEI Nº 11.966/92 - Estabelece diretrizes para elaboração, implantação e administração dos Planos de Cargos e Carreiras do Estado e dá outras providências.

http://www.al.ce.gov.br/legislativo/legislacao5/leis92/11966.htm

Lei nº 12.013, determina às instituições de ensino obrigatoriedade no envio de informações escolares aos pais.

Foi publicada no Diário Oficial da União, do dia  07 de agosto de 2009, Lei nº 12.013 , que obriga as escolas de todo o País, desde àquela data, a informar aos pais e mães

Leia mais...

LEI Nº14.367, de 10 de junho de 2009.


ESTABELECE REGRAS PARA O FINANCIAMENTO DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO “LATOSENSU” (ESPECIALIZAÇÃO) E “STRICTO SENSU” (MESTRADO, DOUTORADO E PÓS-DOUTORADO), NO ÂMBITO DO PODER EXECUTIVO ESTADUAL.

O GOVERNADOR DO ESTADO DO CEARÁ. Faço saber que a Assembléia Legislativa decretou e eu sanciono a seguinte Lei: Art.1º O financiamento de cursos de pós-graduação “lato-sensu” (Especialização) e “stricto-sensu” (Mestrado, Doutorado e Pós- Doutorado) reger-se-á por esta Lei.

§1º Para fins de conceituação dos cursos de pós-graduação de que trata este artigo, adotar-se-ão as definições estabelecidas pela Lei das Diretrizes e Bases da Educação Nacional, Lei nº9.394, de 20 de dezembro de 1996.

§2º Os cursos de pós-graduação, de que trata este artigo, destinam-se aos servidores/militares, detentores de cargo ou função efetiva, e os empregados públicos, excluindo-se os ocupantes, exclusivamente, de cargos de provimento em comissão.

Art.2º Fica o Poder Executivo autorizado a custear, mediante Indenização, as despesas com cursos de pós-graduação “lato-sensu” (Especialização) e “stricto-sensu” (Mestrado, Doutorado e Pós- Doutorado), dentro ou fora do Estado ou País, não podendo a mensalidade ultrapassar o limite de:

I - R$229,00 (duzentos e vinte e nove reais) para curso de especialização;
II - R$880,00 (oitocentos e oitenta reais) para curso de mestrado;
III - R$1.675,00 (um mil, seiscentos e setenta e cinco reais) para curso de doutorado;
IV - R$2.860,00 (dois mil, oitocentos e sessenta reais) para cursos realizados no exterior.

Parágrafo único. Cabe ao servidor/militar ou empregado público a responsabilidade pelo pagamento complementar da mensalidade e da taxa de matrícula, bem como de taxas adicionais cobradas em virtude de atraso na liquidação do débito.

Art.3º Com a finalidade de incentivar a participação de servidores/militares ou empregados públicos estaduais nos cursos de pósgraduação e Pós-Doutorado, as despesas efetuadas pelo servidor para esse fim, poderão ser indenizadas pelo Poder Público Estadual, desde que prevaleça o interesse público na qualificação do servidor, e que o curso seja compatível com o desempenho de sua função.

Parágrafo único. A Indenização prevista no caput deste artigo restringe-se à missão de estudos, conforme disposto nesta Lei, não podendo, portanto, sob qualquer hipótese, ser caracterizada como salário, vencimento, remuneração ou complementação salarial, de qualquer natureza.

Art.4º O prazo de duração do Auxílio Financeiro na modalidade de Indenização será de:
I - 48 (quarenta e oito) meses, no máximo, para os cursos de Doutorado e Pós-Doutorado;
II - 24 (vinte e quatro) meses, no máximo, para os cursos de Mestrado;
III - 12 (doze) meses, no máximo, para os cursos de pósgraduação “lato sensu”.

Art.5º São beneficiários do Auxílio Financeiro na modalidade de Indenização os servidores/militares ou empregados públicos ocupantes de cargo/função ou emprego público, do Quadro permanente do Poder Executivo.

Art.6º Fica proibido o benefício previsto nesta Lei, cumulativamente, com qualquer outro com o mesmo fim.

Art.7º O pagamento do Auxílio Financeiro na modalidade Indenização será efetuado diretamente na folha de pagamento do servidor/militar ou empregado público estadual, mensalmente, em até 5 (cinco) dias após a apresentação ao Órgão/Entidade de efetivo exercício, do comprovante de quitação do pagamento e da declaração de assiduidade, emitida pela instituição de ensino.

§1º O servidor, militar ou empregado público estadual que, injustificadamente, não conclua o curso deverá ressarcir ao Estado os valores pagos, mediante desconto em folha de pagamento, em consonância com os valores e prazos do cronograma original de pagamento da despesa, anteriormente cumprido pelo Estado.

§2º Após a conclusão do curso, para o qual recebeu o incentivo financeiro, constante no caput do art.2º desta Lei, o servidor, militar ou empregado público estadual, permanecerá por um prazo mínimo equivalente ao dobro do período em que esteve afastado, em efetivo exercício no cargo/função ou emprego público, sob pena de ressarcir ao erário estadual todas as despesas realizadas pelo Poder Executivo.

Art.8º Perderá o direito ao Auxílio Financeiro na modalidade Indenização o servidor/militar ou empregado público estadual que:

I - abandonar o curso;
II - não comprovar a frequência mínima de 75% (setenta e cinco por cento) da carga horária, por módulo ou disciplina cursada;
III - for reprovado em disciplina ou módulo;
IV - efetuar trancamento, total ou parcial, do curso, módulo ou disciplina, sem a prévia e devida autorização;
V - não apresentar declaração de aprovação das disciplinas ou módulos cursados, ao seu órgão/entidade de efetivo exercício.

Art.9º Os recursos necessários à cobertura dos cursos de pós-graduação decorrentes desta Lei correrão por conta das dotações orçamentárias do respectivo Órgão ou Entidade de efetivo exercício do servidor, militar ou empregado público, que serão suplementadas se insuficientes.

Art.10. A efetivação do disposto nesta Lei ocorrerá mediante a regulamentação por Decreto do Chefe do Poder Executivo, no prazo de 60 (sessenta) dias, após a sua publicação.

Art.11. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Art.12. Revogam-se as disposições em contrário.
PALÁCIO IRACEMA, DO GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ, em
Fortaleza, 10 de junho de 2009.
Cid Ferreira Gomes
GOVERNADOR DO ESTADO DO CEARÁ

LEI Nº14.327, de 20 de abril de 2009. (DOE 23/04/2009 PÁG. 02)

Dispõe sobre o recadastramento dos servidores públicos ativos, civis e militares, no âmbito da administração direta, autarquias e fundações e dá outras providências correlatas.

Leia mais...

Pagamentos & Vencimentos

Sites & Blogs

Acesso rápido

Entre em contato

Ouvidoria: ouvidoria@apeoc.org.br
Email:
apeoc@apeoc.org.br

Site: www.apeoc.org.br
Endereço: Rua Solon Pinheiro, 1306 -
Bairro de Fátima - CEP: 60050-040 -
Fortaleza - CE
Fone/Fax: (85) 3064.3212
Ligações do Interior: 0800 72 63 231
Localizar no mapa